Praça passa por transformações para adequação ao Plano Municipal de Arborização

A praça Domingos Theodorico de Freitas é o primeiro local da cidade que começa a passar por transformações para se adequar ao Plano Municipal de Arborização. As árvores exóticas plantadas no equipamento público estão sendo cortadas e serão substituídas por outras, com porte adequado para praças.

Corte-árvore-praça-cemitério-2Ao todo 10 árvores serão cortadas, sendo sete pinus e três pinheiros chineses. Em contrapartida, a praça recebera 20 novas plantas, com espécies definidas pelo Plano de Arborização. O espaço vai receber flores da china, ipês amarelos e brancos, além de cerejeiras não frutíferas.

A praça também passará por revitalização completa, recebendo pintura, nova iluminação, areia para o parquinho das crianças e outras melhorias. A nova cara da praça será possível graças a uma parceria entre as secretarias de Meio Ambiente e de Obras e Infraestrutura.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, José Przybysewski, o corte das árvores exóticas na praça é necessário. “São plantas que não encaixam com a necessidade da praça. São muito altas, soltam pinhas, oferecem perigo à população, não apresentam muita sombra e com o vento elas espalham uma flor que causa incômodo aos vizinhos, além de não serem esteticamente agradáveis”, relatou.

Ainda segundo Przybysewski, os cortes destas espécies exóticas não exigem licença ambiental. “O pinus e o pinheiro chinês não tem tanto rigor na legislação ambiental. Caso fossemos cortas as palmeiras da praça, por exemplo, o que não vamos fazer, aí teríamos que ter licença”, explicou o secretário.

Os cortes das árvores exóticas deverão ser concluídos na próxima semana e o prazo para plantar as novas espécies é até setembro, época propícia para a ação.

Pin It

Comente esta matéria