Projeto “Ubuntu” é lançado para famílias de 200 alunos do Cmei Sebastião Sanson

IMG_2218
A noite da última quinta-feira (10), foi um momento muito especial para pais e familiares que lotaram as dependências do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Sebastião Sanson, no bairro Papirus onde receberam as homenagens realizadas por seus pequenos em comemoração ao dia dos pais.
Mas não somente por esse fato que a noite foi especial, somado as apresentações e aproveitando a presença dos familiares dos 200 alunos do Cmei, a equipe pedagógica e direção com com receptividade e alegria realizaram o lançamento oficial do projeto “Ubuntu”.
“Ubuntu” é uma palavra que representa uma filosofia e ética antiga africana que significa “sou quem sou porque sou todos nós”. A pessoa que carrega a palavra “ubuntu”, consigo possuiu o pensamento de que ela é afetada quando um semelhante seu é afetado.
IMG_2257
Tendo em mente essa filosofia a diretora Josiane Kauka juntamente com as educadoras Josiane Oliveira e Elaine Andrade, elaboraram o projeto visando incentivar atitudes de cooperativismo e solidariedade entre as crianças. E como as famílias fazem parte fundamental do bom desempenho dos seus filhos nas escolas, as organizadoras do projeto querem que os pais se envolvam no ambiente escolar.
“Quando recebi a camisa do projeto pediram que eu a vestisse com amor. Eu mais que visto essa camisa me coloco no lugar e estou completamente a disposição não somente como secretária de educação mas também como cidadã palmeirense que quer o melhor para o município”, explicou Carla Marcondes de Albuquerque, secretária municipal de educação.
“A escola é uma grande família. E quando os pais se entregam e ajudam a realizar, são os filhos que recebem os benefícios”, enfatiza Elaine. O ambiente recebe crianças em desenvolvimento e descoberta, com isso vários reparos e melhorias precisam ser realizados para garantir a qualidade.
O lançamento foi oficial, mas já possuem pais e mães que ajudam na realização de reparos, doação de produtos e produção de materiais que garantem a melhoria para os alunos. “Temos mães que se dedicam a costura, a fabricação de sabão, para lavagem das roupas; pais que ajudam na construção do playgound; melhorias no sistema de segurança; reparos físicos. Já temos colaboradores, mas precisamos de muitos outros”, ressalta a diretora, Josiane Kauka.
IMG_2265
Os pais ou colaboradores que participarem do projeto terão seu nome gravado no “Livro Ouro”, como forma de agradecimento e registro na história do Cmei. Os interessados em fazer parte do “Ubuntu” podem dirigir-se até o centro de educação e conversar com a direção.

 

Pin It

Comente esta matéria