Secretaria de Educação lança fase municipal do Programa Agrinho

Agrinho-01O Programa Agrinho Municipal foi lançado na tarde de terça-feira (8), em cerimônia realizada no auditório da Secretaria de Educação. Neste ano o concurso é realizado através de parceria entre Secretaria de Educação, Sindicato Rural de Palmeira, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PR), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) e governo do Estado do Paraná.

E objetivo do Programa Agrinho em 2017 é promover a integração do campo e da cidade, mostrando à população a ligação indissociável entre os dois espaços. O Programa desenvolverá a integração social através de ações que levem os alunos a opinar, intervir e compreender a importância da diversidade existente no ambiente que vivem, bem como conduzi-los ao entendimento sobre o papel que exercem na melhoria de seus contextos pessoais e sociais.

A intenção da Secretaria Municipal de Educação em realizar o projeto é para incentivar as escolas a desenvolverem experiências educativas, significativas e criativas, possibilitando o envolvimento e interação entre alunos, professores e escolas.

Agrinho-04A mesa de honra da cerimônia foi composta pelo secretário de Gestão Pública, Geraldo Nepomuceno das Neves, que representou o prefeito Edir Havrechaki, pela secretária de Educação, Carla Patrícia Marcondes de Albuquerque, pelo presidente do Sindicato Rural de Palmeira, Luiz Francisco Belich, pelo supervisor regional do Senar, Felipe Preto Grzebielucka, pela coordenadora do Programa Agrinho Municipal, Jaqueline Kapp Hartman, por Gisele Schnell Bus, que representou todas as diretoras das escolas municipais, Simone Borges, que representou o corpo docente, e pela aluna Poliana Maria Kovalski, representando o corpo discente do município. Também estiveram presentes no evento representantes de escolas do município e o mascote oficial do Programa Agrinho, que saudou os presentes.

Hartman comentou alguns detalhes do concurso e pediu para que os professores deem bastante atenção ao programa e aos alunos participantes. “O aluno tem que ser comparado como uma semente, que precisa ser regada, cuidada com muito carinho e afeto. E quem cuida do estudante é o professor. Por isso esperamos que esse programa e suas atividades sejam uma possibilidade de transformar e melhorar ainda mais os nossos alunos”, disse.

Agrinho-03Grzebielucka também falou sobre o programa, categorias, premiações e prazos para inscrições e atividades, além de falar sobre objetivos. “O Agrinho não serve para nada se ele não fizer brotar em cada aluno uma semente de aprendizado. Sempre procuramos trabalhar com eixos transversais, não apenas ligados ao campo. Tanto que neste ano o slogan é ‘Do campo à cidade, o Paraná é um espetáculo’”, relatou.

Durante sua fala, Albuquerque enfatizou que as crianças são o motivo de a Secretaria participar do programa, pois elas é que farão um futuro melhor. “Esses alunos, que dia após dia nos aguentam, depositam em nós a confiança de repassar nosso aprendizado a eles. Temos que retribuir, fazendo ações inovadoras, como o Agrinho, para levar o melhor para eles”, disse a secretária, aproveitando a oportunidade de agradecer ao Sindicato Rural pela parceria.

Agrinho-05Apresentação

Alunos do 4º e 5º ano do Escola Municipal Nossa Senhora do Rocio, das professoras Roseli Novak e Simone Follador, e da diretora Joelma Ponchei Bach, apresentaram duas paródias relacionadas ao tema Agrinho. As letras de ambas foram adaptadas pela coordenadora do Programa Agrinho Municipal, Jaqueline Kapp Hartman. A escola em questão desenvolve um projeto sobre valores, com o tema ‘Nossos Tijolinhos’, no qual os alunos envolvidos na apresentação participam.

Mascote

Agrinho-02O mascote utilizado pelo município foi desenvolvido com base na criação feita pela diretora da Escola Municipal do Campo Nossa Senhora do Rosário, Marilene Swiech, em 2010, e que recentemente foi modificado pela assessora pedagógica Vânia Jampier.

A Secretária de Educação também realizou a entrega de mascotes do Agrinho Municipal para Ivani Schon, diretora do CMEI Alderico Viante, que representou os demais CMEIs, Tatiana Mayer Kurek, diretora da Escola Municipal Eurides Teixeira de Oliveira, representando as escolas municipais urbanas, Daiane Rain, da Escola Municipal do Campo Leonor Santos, representando as escolas da zona rural, Marlene Ferreira, representando a APAE de Palmeira, e para o presidente do Sindicato Rural. Vale ressaltar que todas as escolas receberão o mascote posteriormente.

Agrinho

Os participantes do concurso devem seguir o tema “As coisas que ligam o campo e a cidade e nosso papel para melhorar o mundo”. O concurso será realizado nas categorias concurso de desenho para a educação especial rede pública, particular de ensino e APAEs, concurso de desenho para o 1° ano – ensino fundamental, concurso de redação para os demais anos, concurso de experiência pedagógica, concurso relato escola Agrinho, concurso relato do Núcleo Regional de Educação e concurso relatório município Agrinho.

Fica a cargo da direção da escola selecionar um único trabalho por ano escolar para participar. O concurso será dividido em duas etapas: a 1ª etapa é regional e classificará o primeiro lugar por região administrativa do SENAR-PR, por ano escolar, e a 2ª etapa é estadual, que será realizada entre todos os classificados na etapa regional, obtendo-se o resultado estadual por ano escolar.

O resultado do concurso será divulgado na primeira quinzena de outubro e a cerimônia de premiação será realizada em Curitiba, no mesmo mês. Os autores dos melhores programas da fase regional, junto com seus professores, receberão um tablet. Na fase Estadual o prêmio será um notebook. Para autores professores, núcleo e município as premiações serão diferentes.

 

Pin It

Comente esta matéria